JUNTA DIACONAL, ESCALAS E REGIMENTO INTERNO

O diácono é o oficial eleito pela Igreja e ordenado pelo Conselho, para, sob a supervisão deste, dedicar-se especialmente: a) à arrecadação de ofertas para fins piedosos; b) ao cuidado dos pobres, doentes e inválidos; c) à manutenção da ordem e reverência nos lugares reservados ao serviço divino; d) exercer a fiscalização para que haja boa ordem na Casa de Deus e suas dependências.

162

Jader, Geraldo, Nilson, Cassim, Jonathan, Pastor, Fernando, Ueslen, Fabio, Amagates, Luiz, Carlos. Faltaram Gilberto, Marcondes, Edmilson, Alonso e Daniel

DIÁCONOS NA SEDE

Amagates S. Valadão
Fábio Alves Martins
Fernando Maurício de Castro
Geraldo Eugênio Gaspar
Jáder Benigno Stóffel (Facebook)
Jonathan Lopes Cota
Luiz Mariano Neto
Nilson Alvernaz
Ueslen da Silva Louredo

DIÁCONOS NAS CONGREGAÇÕES

Alôncio de Andrade
Daniel de Oliveira
Edimilson Silveira

AUXILIARES NA SEDE

Carlos Ramos de Abreu

agendaa

ESCALAS DA JUNTA NA SEDE

Diretoria da Junta: Presidente: Fábio

                                   Secretário: Jáder

                                   Tesoureiro: Luis

 Coordenação da Ceia: Jáder e Fábio

Coordenação das Cestas: Luiz e Nilson

Coordenação de Velórios: Nilson e Jonathan

 1º DOMINGO (ou dia de Santa Ceia)

Manhã: Todos os diáconos (uso do uniforme)

Noite: mesma escala do 5º domingo (uso do uniforme)

2º DOMINGO – Diac. Fábio, Diac. Amagates, Diac. Jonathan, Diac. Luiz

3º DOMINGO – Diac. Jader, Diac. Fernando, Diac. Ueslen, Diac. Geraldo;

4º DOMINGO – Diac. Fábio; Diac. Amagates; Diac. Jonathan, Diac. Carlos;

5º DOMINGO – Diac. Jáder; Diac. Fernando;  Diac. Geraldo; Diac. Carlos

melhores-empresas-para-trabalhara

REGIMENTO INTERNO DA JUNTA DIACONAL

Art. 1º – A Junta Diaconal constituída de todos os diáconos da Igreja (CI/IPB Art.83, alínea “g” ) coordena as funções estabelecidas na CI/IPB, art.53: “O diácono é o oficial eleito pela Igreja e ordenado pelo Conselho, para, sob a supervisão deste, dedicar-se especialmente: a) à arrecadação de ofertas para fins piedosos; b) ao cuidado dos pobres, doentes e inválidos; c) à manutenção da ordem e reverência nos lugares reservados ao serviço divino; exercer a fiscalização para que haja boa ordem na Casa de Deus e suas dependências.”;  e rege-se pelo presente regimento (CI/IPB Art.58).

§ 1º – O Conselho poderá nomear um corpo de auxiliares da Junta Diaconal para ajudarem a mesma no exercício de suas funções, despertamento de vocações e experiência.

Art. 2º – Compete à Junta Diaconal coletivamente e aos diáconos individualmente:

a) Tomar conhecimento da existência de necessitados e enfermos, principalmente entre os membros da Igreja; visitá-los, instruí-los e confortá-los espiritualmente, bem como auxiliá-los nas suas necessidades dentro das possibilidades da Igreja, examinando cautelosamente a fim de verificar a real existência das necessidades alegadas;

b) Dispor para esses fins dos recursos votados pelo Conselho e das ofertas especiais (Oferta de Amor).

c) Comunicar aos presbíteros e ao pastor da igreja a existência e  condições dos enfermos;

d) Convidar os irmãos para entrarem no recinto faltando 10 minutos para o início do culto; restando 5 minutos é necessário enfatizar esta obrigação dos cristãos, excetuando alguns casos específicos;

e) Orientar/Conduzir os membros da igreja a se assentarem mais a frente, nos primeiros bancos ou onde o Pastor mostrar; também procurar lugares disponíveis para os membros da igreja e visitantes estando a igreja cheia;

f) Manter em dia, com meticuloso cuidado, a lista e os endereços das pessoas que estão recebendo auxílio da Junta;

g) Orar nos cultos após a entrega dos dízimos e ofertas; recolher os dízimos e as ofertas dos membros da Igreja, contá-los e encaminhá-los imediata e diretamente à tesouraria da igreja; manter em ordem os envelopes de dízimo e ofertas no quadro;

h) Estudar e sugerir ao Conselho planos de movimentos especiais, para reforço da receita anual e/ou avanço do ministério;

i) Dar todo o apoio coletivo e assegurar o apoio individual dos diáconos aos planos econômicos ou financeiros adotados pelo Conselho da Igreja de modo que sejam propagados com entusiasmo e realizados com toda a eficiência;

j) Verificar se estão em ordem as cousas referentes ao culto como também os objetos da Santa Ceia e do batismo e recolhimento das ofertas; para tanto, é importante que os diáconos na escala cheguem 30 minutos antes do início do culto; é essencial usar os uniformes da junta em dia de escala e Santa Ceia;

l) Observar a ordem conveniente nos pátios e arredores do templo desde a rua até as dependências internas;

m) Evitar de modo absoluto que haja reuniões em outras salas ou palestras entre membros da Igreja ou simples assistentes, dentro do templo ou nos pátios, durante as horas de culto e demais programações da Igreja.

Art. 3º – A Junta Diaconal executará as suas funções de acordo com os seguintes princípios:

a) Reunir-se-á uma vez por mês ou, no mínimo, de três em três meses, para ouvir o relatório dos diáconos, estudar a situação da obra diaconal, consertar planos, etc;

b) A diretoria da Junta Diaconal compor-se-á de presidente, secretário e tesoureiro, eleitos anualmente.

§ 1º – O tesoureiro exercerá a administração dos recursos financeiros à disposição da Junta Diaconal. O mesma deverá requerer junto à tesouraria da igreja os valores e prestar relatório financeiro e ministerial ao Conselho da Igreja anualmente;

c) A Junta organizará escalas de diáconos para o recolhimento das ofertas e para os demais serviços da sua competência;

d) Os diáconos exercerão os seus plantões, devidamente trajados com camisa e calça social e gravata;

e) No primeiro domingo à noite e em ocasiões especiais, todos os diáconos estarão funcionando, observando o estabelecido na letra “d”, deste artigo;

f) Para os trabalhos fora do templo como visitas, investigações dos necessitados, etc, devem os diáconos, de preferência, ser enviados de dois a dois;

g) Sempre que o ambiente o permitir os diáconos, nas visitas, deverão orar e ler trechos da Palavra de Deus, como também instruir os crentes sobre o privilégio da contribuição;

h) Enviar anualmente ao Conselho relatório geral de assistência e visitas, bem como o livro de atas para apreciação e aprovação do Conselho;

Art. 4º A Junta Diaconal poderá encaminhar ao Conselho proposta no sentido de alterar este regimento interno, mediante aprovação de todos os diáconos.

Art. 5º O Conselho da Igreja poderá promover a alteração deste regimento no todo ou em parte, necessitando para isso da aprovação de dois terços de seus membros.